Promotoras da Matilat na linha de frente contra o Coronavírus

Na Matilat, além dos nossos colaboradores do Administrativo e Operacional da Indústria, também temos um time de mulheres e homens fortes, organizados e cor

Na Matilat, além dos nossos colaboradores do Administrativo e Operacional da Indústria, também temos um time de mulheres e homens fortes, organizados e corajosos que estão, todos os dias, na linha de frente da pandemia em um serviço essencial: o abastecimento dos nossos produtos nas gôndolas e geladeiras dos supermercados, que são os Promotores de Vendas. Ao todo, a Matilat possui 25 promotores diretos e 75 indiretos nos estados de São Paulo e Paraná. Em tempos de pandemia, o dia a dia não é fácil, mas a Promotora Luciana Aparecida Sacilotti, há 20 anos na empresa, tira de letra. "Para mim é gratificante estar aqui todos os dias fazendo o abastecimento. Saber que meu trabalho é importante me faz feliz em contribuir. Como uso todos os equipamentos de segurança recomendados, não tem problema. A empresa nos apoia muito, é uma relação de confiança. Espero que essa pandemia acabe logo e que as pessoas se cuidem, venham ao supermercado protegidos".

A promotora Renata Santos da Silva disse que em um primeiro momento sentiu medo pela pandemia, mas pensou na importância do seu trabalho para a sociedade e isso lhe deu forças. "Me sinto vitoriosa

e guerreira por contribuir com o bem-estar das pessoas. Me sinto segura, pois a empresa foi nota 10 conosco, mostrando preocupação. Achei excelente o incentivo que ela nos forneceu para adquirirmos materiais de segurança. Peço a Deus todo dia para essa epidemia passar, pois todos precisam de trabalho. Vamos pensar positivo, não deixar a peteca cair".

Já para Alexandra Dias, Promotora de Olímpia, a Matilat está cumprindo seu papel, cuidando dos seus colaboradores, que estão na linha de frente. "É uma responsabilidade muito grande poder contribuir

para as famílias terem seu sustento através dos mercados que eu atendo. Temos o medo de ficar expostos, mas ao mesmo tempo, nosso trabalho é muito gratificante, e o cuidado que a Matilat teve em disponibilizar os 50 reais só demonstrou toda preocupação que a empresa tem comigo neste momento, eu fiquei feliz".

O entra e sai dos supermercados se tornou controlado, para não haver aglomerações, mas ainda assim existe o risco, por isso, o Supervisor de Trade Marketing João Paulo Tamburi elaborou um manual

de boas práticas e também partiu dele essas ações para aumentar a proteção. "Além do manual, disponibilizamos o valor de R$ 50 reais para que todos os Promotores investissem em materiais de proteção como álcool gel, luvas e máscaras. O trabalho que eles desenvolvem não é só importante para a Matilat, mas para toda a sociedade", finalizou.